domingo, 28 de junho de 2009

dia curto demais

O fim de semana sempre passa rápido demais. O resto da semana não tem sido diferente...
Parece que não dá tempo de fazer tudo que está na lista. Acho que seria mais fácil não fazer mais listas e viver de maneira descompromissada, mas como convencer uma cabeça virginiana disso?

Intuição

Não é que ela funciona mesmo?

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Caixa Econômica Federal

Realmente o meu relacionamento com a Caixa vai de mal a pior. É impressionante.

Preciso retificar um dado no meu cadastro do FGTS. Já fui três vezes à agência = 2 horas de espera para ser atendida. Imagina se resolveu?! Que nada. Sempre tem algo a retificar na retificação... O impressionante é que os funcionários são sempre diferentes e cada um segue uma regra.

Antes, quando pedi o tal cartão do cidadão, não foi diferente. Então, chego à conclusão de que para resolver qualquer coisa na Caixa, é preciso ir pelo menos quatro vezes à agência.

domingo, 21 de junho de 2009

Domingo

Domingo de sol. Lindo dia no Rio. 

Minha tarde de domingo, porém, será à mesa da sala, estudando metodologia.
Latour, Minayo, Thiollent serão meus companheiros hoje - e nos próximos meses, imagino.

Pelo menos o café da manhã foi ao ar livre, com vista para o Jardim Botânico e sob o solzinho agradável do primeiro dia de inverno.

Não foi pouca coisa e dá até um ânimo para passar a tarde trancada dentro de casa, vendo o sol desaparecer por trás dos prédios de Botafogo.

Bom domingo a todos!

sábado, 20 de junho de 2009

Pulando de galho em galho

O que eu acho mais legal nesta história de blog é ir pulando de um para outro. Às vezes, no meio desse caminho, acontece de conhecer gente muito bacana. E isso está entre as melhores coisas desta vida. :)

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Gripados

Estou me esforçando muito para não entrar para o grande time dos gripados aqui no Rio, mas acho que minha garganta não está dando a mínima para os meus esforços...

terça-feira, 16 de junho de 2009

Observação, alimento para o pensamento ou o óbvio ululante

Ultimamente, para minha felicidade, tenho reencontrado vários amigos dos tempos antigos – seja da minha cidadezinha natal, seja da faculdade de jornalismo. Pessoas com quem mantinha contato, mas não via e falava pessoalmente há muitos anos.

É curioso observar que na essência não mudamos, mas em muitas coisas não somos mais os mesmos. Fomos sendo lapidados pelo tempo e pelas nossas experiências de vida.

Mais curioso, porém, é me pegar pensando no meu amigo como se o tempo não tivesse passado e notar, em determinados momentos, que o amigo também faz comentários que seriam muito bem compreendidos no passado (pela Rafaela que havia morado apenas em Esmeralda ou pela Rafaela estudante de jornalismo), mas que hoje em dia perderam um pouco o sentido.

Tudo isso me fez chegar a uma conclusão meio óbvia: eu não sou mais aquela pessoa de antes.

Outra observação baseada nas experiências recentes é meio desalentadora: minha memória não é mais a mesma. Nessas conversas, acabei me dando conta de que já não lembro mais do nome de todos os ex-colegas, não sei mais os nomes de ruas tão familiares e outras coisas menos importantes.

A explicação talvez seja fácil: nos últimos 15 anos, conheci mais pessoas do que nos primeiros 17; andei por aí vendo coisas que nem imaginava que existissem; ocupei boa parte da minha cabeça com informações novas, absorvidas no trabalho, na faculdade, conversando com gente diferente. Talvez, naturalmente, tenha ficado mais seletiva na hora de armazenar conteúdo.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Semana programada

A semana nem bem começou e eu já estou com a agenda lotada. Ainda bem que, além de bastante trabalho, ela está cheia de coisas boas também:

- Harmonização virtual na terça à noite. Arroz de pato com o vinho Luis Pato Baga 2005 no tradicional Alfaia; 
- Encontro com nosso amigo Helton na quarta para o 'vinho do mês' na L'Orangerie;
- Quinta-feira de folga para adiantar os trabalhos do mestrado;
- Sexta-feira, almoço no Porcão Rios, de despedida da minha chefe, que volta para a Alemanha;
- Sábado com festinha de um ano do Arthur, com direito até a chapeuzinho.

Além, claro, de aulas, trabalho, frilas e alguns quilômetros na esteira. :)

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Curtinhas

Uma sexta-feira de junho

* Hoje abriu uma Starbucks no Botafogo Praia Shopping. Eu sou fã da casa de cafés norte-americana. Por isso, comemorando de maneira moderada o Dia dos Namorados, tomamos um café, o Claudio, e um chocolate quente, eu. Só que não fiquei tão empolgada assim. Acho que tem coisas que devem ser praticadas apenas em seus locais de origem. O chocolate quente daqui não pareceu tão gostoso quanto àqueles que acompanhavam minha ida para o trabalho nas manhãs frias nos meses que passei em Las Vegas (responsáveis, em parte, pelos 5km extras)...

* Passei 50 minutos numa fila na Caixa para chegar ao guichê e o funcionário dizer que infelizmente um campo do formulário que eu estava apresentando havia sido preenchido sem precisar. - Não pode apagar, riscar, eliminar? - Sinto muito, senhora, mas não podemos aceitar formulários com rasuras.  Ou seja, vou ter que fazer o tal papel de novo e enfrentar de novo a filinha agradável da Caixa...

* Após o café na Starbucks, tomamos a maior chuva na volta para casa. Se esperasse passar, corríamos o risco de encontrar a rua alugada. Alagamos a área de serviço quando chegamos. Minha calça estava alguns quilos mais pesada com tanta água que absorveu.

* Ontem passei a tarde caminhando por Copacabana, Ipanema e Leblon com a minha amiga Márcia. Não poderia ter sido mais legal. Nessas horas, me dou ainda mais conta da falta que fazem as minhas amigas aqui no Rio.

* Hoje à noite, vai ter comemoração, mas ainda não sei ao certo qual será a programação.

domingo, 7 de junho de 2009

Yoggi

Fomos almoçar em Ipanema hoje e, após comer uma bela massa, passeamos pelo Leblon.

Depois de meses sem andar por lá, observamos que muitos lugares fecharam ou se transformaram em outro restaurante/café/bar.

O que mais me deixou triste foi o café da Häagen Dazs.

Para compensar, acabamos indo ao Yoggi, uma nova febre na cidade (lugares que servem sorvete de iogurte com frutas e outras coisinhas). Provamos um iogurte natural com frutas vermelhas. Ficou bonzão. Além de ser mais leve do que um sorvete normal, o iogurte é menos doce. Aprovado. Viraremos frequentadores.

Azedinha

Entre as praias que conheci em Búzios, escolhi a menorzinha, mais proporcional ao meu tamanho, como a preferida. Seguem algumas fotos da Azedinha: 



sexta-feira, 5 de junho de 2009

Porque hoje é sexta-feira...

... e porque o Rio amanheceu muito ensolarado, aqui está uma bela imagem da cidade.

Uma ótima sexta-feira - e fim de semana - a todos!


Pão de Açúcar / Rio de Janeiro

quinta-feira, 4 de junho de 2009

O mago



No sábado à noite, em Búzios, estávamos caminhando pela Rua das Pedras quando avistei um homem-estátua vestido de mago. Fã do Harry Potter que sou, não pensei duas vezes e logo separei uma moeda para deixar no saquinho do velho bruxo. Qual não foi a minha surpresa ao olhar para ele e ele me fazer um sinal para me aproximar, queria me dar algo. Hesitei um pouco, mas fui até perto dele. Ele tirou do bolso duas pedrinhas e este papelzinho aí de cima. Claro que achei que a mensagem era o que eu precisava ouvir/ler naquele momento. :) O curioso é que algum tempo depois passamos por ali e ele havia desaparecido. Claro, óbvio, que começamos a especular que ele não existia, que havia se materializado ali só para me dar a mensagem...

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Desafio:

"Do one thing every day that scares you."

Do texto do vídeo abaixo.

Use filtro solar

Todo mundo já conhece este vídeo, mas como sempre que eu o ouço fico mais feliz e pensativa em relação à vida que levo, aqui está mais uma vez:



A lembrança de que este vídeo existe não foi assim do nada. A 'música' tocou durante nosso jantar hoje e deu vontade de ouvir mais uma vez, mais uma vez, mais uma vez...

Lembro claramente da primeira vez em que vi um vídeo na MTV alemã com este texto. Foi em 1999. Meu inglês na época era pífio e as legendas em alemão também eram inelegíveis (Gott sei Dank, dass heute ein bisschen besser ist), mas lembro que mesmo assim o vídeo foi marcante.

Procurando na internet sobre a origem desse texto, cheguei a esta coluna do Chicago Tribune de 1997, escrita por Mary Schmich.

E-mails de mais

Não, eu não ando recebendo e-mails de mais. O que anda me cansando é ter seis endereços de e-mail! Todos foram sendo feitos por alguma razão. O hotmail foi o primeiro, usado ainda hoje por causa do messenger. O yahoo, resolvi fazer quando não aguentava mais a montoeira de spams do hotmail. Depois veio o gmail, para testar e que acabou virando meio obrigatório. Já tive AOL na Alemanha, desativado agora, e ao me mudar para o Rio adotei um mls por causa do Outlook. Mais um do trabalho e outro da UFRJ... Não sei aonde isso vai parar...

Melhor caipirinha, ever

A foto abaixo não está, nem de perto, à altura da caipirinha do Chez Michou de Búzios.

De vez em quando, gosto de tomar uma caipirinha. Não a tradicional cachaça + limão + açúcar, mas uma variação com vodka + morangos/frutas vermelhas + açúcar.

Aqui no Rio, existe uma mania, meio bobalhona, eu diria, de deixar sem açúcar ou de colocar adoçante em caipirinha. Sou totalmente contra. Caipirinha deve vir adoçada já do bar. E assim é a maravilhosa feita pelo barman da casa de crepes Chez Michou de Búzios. Recomendo fortemente!

Cogumelo

terça-feira, 2 de junho de 2009

Vinhozinho à beira-mar



Viajamos para Búzios no último fim de semana. Eu ainda não conhecia outras partes do litoral fluminense que não fossem aqui por perto. Adorei a viagem. As praias são bonitas, apesar de serem mais cheias de ondas do que eu gostaria. Aproveitamos o friozinho da noite de sábado e os banquinhos da Orla Bardot para fazermos algo que planejamos há tempos: beber um vinho ao ar livre.