terça-feira, 28 de setembro de 2010

Blog novo!

Minha amiga e comadre Márcia Feijó, que já era autora do Casa da Feijó, agora está com blog novo, o Feito em Casa. Parece superempolgada. E deve ficar mesmo, o blog é tudo de bom: comidas deliciosas, dicas interessantes e muita coisa feita em casa. :)



Viver para comer!









segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Idas e voltas

Voltar nem sempre é fácil, ainda mais quando se volta de lugares lindos como os que visitamos nas últimas semanas. Aos poucos, porém, tudo vai se ajustando e, querendo ou não, voltando à normalidade.

Retomei o trabalho hoje. Normalmente é assim, mesmo no jornal não era diferente. Parece que nada mudou. As pessoas continuam ali, fazendo tudo igual, tanto dentro quanto fora do trabalho. Encaro isso como mais uma mostra de como viajar é bom. Saímos da vidinha normal e mergulhamos em algo novo. A viagem nem precisa ser aquela dos sonhos, basta mudar de ares um pouco.

Cai dentro do mestrado novamente. Isso não foi fácil, já tinha me desintonizado. O trabalho rendeu hoje. Amanhã, e depois de amanhã... tem mais.

Hoje à noite fiz o melhor molho de tomate da minha vida. Claudio foi encontrar os amigos. Então foi um jantar comigo mesma. E sabe que foi bem bom. :)

Já tenho tantos planos para depois do mestrado, que acho que o ritmo não vai diminuir, vai é aumentar...

Estamos a uma semana das eleições e eu ainda não consegui parar para pensar nisso. É ruim, eu sei, mas só de lembrar vagamente dos candidatos... ai... dá um cansaço.

Domingo foi um dia muito legal, apesar da chuvinha fina. Encontramos pessoas muito bacanas. Primeiro, fomos almoçar com o Zé e a Sabrina. Restaurante querido da crítica, mas que deixa muito a desejar aquele Lorenzo ali do Jardim Botânico. De qualquer forma, a companhia salvou o dia.

Depois, encontro com o Tito e os pais. Ele está tão fofo! Todo bonitinho. E se comportou direitinho na pizzaria. Tomara que tenha sido só a primeira vez que saímos com ele. Essa foi a primeira vez que fui a algum restaurante - aqui no Rio - acompanhada de uma criança.

Antes da viagem, eu havia ido a um homeopata por recomendação de outra médica. Trata-se de um senhorzinho muito simpático, o Dr. Pimenta. Ele me deu vários pitos, do tipo: Tem que beber mais água, menina! Fez eu confessar todas as bobagens alimentares que faço. No final, saí de lá com uma receita de uma 'papinha' para comer toda manhã. Bem fácil. Bater no liquidificador: 1 colher de semente de linhaça, 1 colher de gergelim, uma porção boa de uma fruta (mamão, abacate, banana...) mais o suco de duas laranjas. Já fiz de mamão, abacate e morango. Também está na receita uma colher de granola. Eu optei por colocá-la no final e não bater com o resto. Fica bem bom. De início, você pensa que falta açúcar, mas depois vai se acostumando. Já vou entrar na segunda semana.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Em direção à Itália

Voltaremos à França no fim da outra semana, mas agora partiremos para uma rápida passagem pela Itália e pela Alemanha. Gostei muito desta primeira parte da viagem, especialmente:

- Pont du Gard, uma ponte de dois mil anos perto de Nîmes;

- Vinhedos da Borgonha, percorridos bem de perto em uma manhã ensolarada;

- Passeios por belas cidades, como Troyes, Beaune, Chablis e Les Baux;

- Feira de rua de Apt, que toma a cidade toda. Compramos belas azeitonas, queijos e pastinhas;

- Caminhadas por villages do Luberon;

- Festa do início da colheita da uva em Avignon, capital dos vinhos Côte du Rhône;

- e, depois de rápida passagem por Bandol, chegada à bela Nice.

Vamos sentir saudades.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Pelo interior da França 2

Chegamos a Lyon hoje. Depois do check-in no hotel, saímos para dar uma voltinha antes do pôr-do-sol. Fomos até a Ópera. Foi impressionante. Numa mesma área havia capoeira, street dance, rollers, ciclistas, show de jazz, muitos restaurantes, pessoas passeando com cachorros, uma mulher indo para casa com um gatinho bem pequenininho...

Nosso hotel fica bem no centro. É tripequeno, o quarto, mas o terraço é ótimo. Foi onde jantamos as coisinhas gostosas compradas em Villefranche sur Saone.

Antes, fomos fazer uma visita agendada há tempos, com ajuda da Marie e do Miguel ( no francês). Fomos à vinícola de Marcel Lapierre, produtor francês que conhecemosem 2008 no Rio. O filho dele, Mathieu, foi quem nos atendeu,supergentil. Saímos de lá com as duas garrafas que compramos - e mai as quatro que ele abriu para degustarmos. Nos próximos dias não precisamos comprar vinhos. :)