quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Em trânsito

Estou indo para o Rio Grande do Sul pela terceira vez neste ano.

Pela primeira, levo apenas bagagem de mão. Pode ser prático para muitos, mas para alguém do meu tamanho não é tanto. A mala é/está levíssima, mas mesmo assim acho pesadinha.

Esperar educação dos outros é sofrer.Nesse cenário, continuar educada é o maior desafio.

Vou pegar um frio daqueles no Rio Grande do Sul. Acho que não estou mais preparada.

...

Não estou mais preparada para o frio, a falta de educação, adultos mimados e roupas que não gosto mais. Pelo menos neste último quesito eu posso tomar uma providência.

O avião vai partir.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Alles im Griff

Concluí a última leitura da manhã, preparei mais uma xícara de chá e decidi escutar um pouco de música. O pensamento ficou livre, leve, sem preocupações.

Sim, eu finalmente tinha tudo sob controle, toda minha vida organizada e simplificada.

- Desde que passei a dormir cedo, às 22h, tenho energia para me levantar sem esforço às 6h30. Como preciso chegar ao trabalho às 8h, tenho tempo suficiente para tomar banho, passar cremes, escolher a roupa com calma e tomar um bom café da manhã. Tudo sem pressa.

- O trabalho voltou a me trazer prazer desde que passei a ser responsável por novas tarefas. Tudo mudou quando resolvi que o alemão era uma prioridade e melhorei consideravelmente meus conhecimentos com estudos diários, além de me esforçar para falar mais durante o dia.

- Todos os dias quando saio do trabalho, passo em casa rapidamente e logo já vou para a academia. Além da corrida, estabeleci um treino de musculação. Em uma hora consigo dar conta das duas atividades, saindo da academia com uma ótima sensação.

- Em casa, nos livramos de tudo que não usávamos ou não nos servia mais. Com apenas o que é necessário, não gastamosmuito tempo durante a semana para que a casa esteja sempre arrumada. Como temos uma faxineira uma vez por semana, a casa está sempre organizada e agradável.

- Porque fazemos toda semana uma lista de compras completa, baseada no cardápio da semana, sempre temos tudo que precisamos para fazermos tanto nosso jantar quanto o prato que trarei para o trabalho no dia seguinte.

- Meu projeto de doutorado está fechado, inclusive com a parte do estágio no exterior. Já reuni todos os documentos necessários para pedir uma bolsa de estudos. Tudo parece estar indo por um bom caminho. Claudio vai poder ficar um semestre fora do país para me acompanhar. Durante este tempo fará um curso de design e aprenderá o idioma local.

 - Organizei todas as minhas atividades e tarefas no Evernote. Tudo está acessível em um único aparelho que sempre levo comigo.

- Leio pelo menos um livro a cada 15 dias e vejo um filme por semana. Isto me deixa realmente feliz.

- Todos os dias, escolho um conjunto de roupas que realmente me agrada. Não tenho muitas roupas, mas todas as que tenho são especiais. Estou sempre vestida de maneira que me agrada muito. Livrei-me de tudo que não me servia ou nunca iria mais usar.

- Em meu computador tenho todos os arquivos identificados e categorizados. Arrumei todas as minhas fotos de forma ordenada, assim como aquelas impressas. Consigo localizar tudo que quero em segundos.

Vida maravilhosa esta minha!
De repente, a música ficou mais alta.
Levei um pequeno susto que me acordou.

É, seria maravilhoso mesmo se tudo já fosse assim. Alguns dos itens já estão bem próximos dessa sonhada realidade, outros ainda não. Este post foi inspirado no texto da Rita do blog The busy woman and the stripy cat.

É um exercício de visualização.

Quem saber em breve tudo isso não se torna realidade depois de um pouco de esforço e foco?


Alles im Griff significa tudo sob controle.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Vontades e desejos

A lista abaixo foi inspirada em uma semelhante feita pela Thais Godinho do Vida Organizada, que por sua vez se inspirou em Nicole Balch do Making it lovely.
Não é uma lista para ser levada totalmente a sério, quero dizer, talvez algumas coisas venham a se concretizar, outras não. O que vale é não ficar triste se algumas não derem certo.
De qualquer modo, acho que é uma brincadeira boa, pois nos faz pensar no que realmente nos deixaria felizes, o que por si só já é um exercício para a felicidade.

O que me veio à mente:
  • Viver um novo período fora do Brasil 
  • Aprender a nadar 
  • Dar um mergulho no mar 
  • Ler todos os livros em papel que tenho em casa e passá-los adiante (Ok, alguns já lidos e adorados eu sei que não conseguirei dar para ninguém, mas vou tentar) 
  • Terminar o doutorado 
  • Encontrar um novo emprego que eu realmente ame 
  • Dirigir um Smart 
  • Aprender a falar italiano direito 
  • Aprender a falar alemão direito 
  • Aprender a falar inglês direito 
  • Aprender a falar espanhol direito 
  • Aprender a falar francês 
  • Viajar uma vez na primeira classe 
  • Viajar para a Disney com as minhas sobrinhas um dia 
  • Fazer o curso de Organizadora Profissional 
  • Aprender a costurar 
  • Escrever um romance 
  • Fazer uma megafesta de 40 anos 
  • Conhecer Machu Picchu 
  • Aprender a fazer receitas gostosas 
  • Passar um aniversário em Nova York 
  • Viajar pelo menos uma vez por ano para o exterior

domingo, 22 de setembro de 2013

37º aniversário

Fiquei sem ligar meu computador nos últimos dias. A razão foi o meu aniversário na última sexta-feira. As comemorações começaram ainda na quinta-feira à noite, quando fizemos um jantarzinho em casa.

No dia 20 de setembro, meu dia, amanheci com um pouco de dor de cabeça, mas me levantei para ir à aula. Depois de tomar banho e me arrumar, a dor de cabeça continuou. Tomei um remédio e resolvi me deitar mais um pouco. Quem sabe a dor passava? 

O tempo é que foi passando. Logo percebi que chegaria atrasada à aula. Foi quando resolvi relaxar e me permitir um pouco de sossego. O mundo não iria acabar porque eu não estava indo para a aula. Posto isso, adormeci por mais uma hora. 

Quando voltei a acordar, a cabeça estava melhor. Resolvi fazer pequenas coisas que gosto. Fui tomar café na Cafeína, aqui perto de casa, ler uma revista e passear um pouco pela rua. Quando voltei, lembrei-me de um DVD que ganhei anos atrás dos meus colegas de jornal. É um DVD do A-ha. 

Quando estava arrumando algumas gavetas ao som do A-ha, parei por um momento e comecei até a rir sozinha. Ficar comigo mesma, sozinha, fazendo o que der vontade, é uma das coisas que mais adoro. Sempre gostei, desde criança.

No final das contas aquela dor de cabeça não tinha sido tão ruim assim. 

Durante a tarde, fui almoçar com o Claudio, levar nossos lixos recicláveis no Light Recicla e fazer compras para a festinha que iríamos fazer no dia seguinte. Mais tarde, preparei um quiche e depois saímos para jantar em um bom restaurante de Ipanema. 

Passei um dia tranquilo, aproveitando um silêncio restaurador. Recebi algumas ligações, vária mensagens e quase duas centenas de mensagens pelo Facebook. Somente hoje tive o tempo necessário para aproveitar estas últimas, o que acabou prolongando a alegria que senti na sexta-feira.

Como não poderia deixar de ser, foi um ótimo dia de aniversário!

domingo, 15 de setembro de 2013

Atividades diversas

Domingão de sol lá fora. Estou aqui sentada à mesa de casa, olhando o céu azul pela janela. Lamento um pouco, preferia estar lá fora, caminhando, tomando sol na praia, mas quando o dia termina com várias páginas escritas, como ontem, eu nem fico mais tão triste.

Ontem, trabalhei em um texto de linguística, a pedido de uma professora da área. Hoje, lerei sobre assuntos relacionados a minha tese. Que seja uma boa tarde de domingo.

Ontem à noite, fomos a uma festa de aniversário. Uma festa de gaúchos. Gostei bastante.

Fomos convidados para a festa de dois aninhos da Rosa, filha de nossos vizinhos que sempre cumprimentamos no elevador. Ficamos superfelizes, mas ao ler o convite percebi que o piquenique será bem quando eu vou estar viajando. Deu uma tristezinha.

Claudio tornou-se sócio torcedor do Botafogo! Está bem feliz e já foi a vários jogos. Sempre com bons resultados. Que continue assim.

Tenho conseguido ir à academia na quantidade de vezes que gostaria.

A reunião com meu orientador não foi exatamente produtiva, mas foi boa. As coisas parecem que estão começando a andar. 


segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Ocorrências variadas

A vida segue em frente e aos poucos as ideias ganham alguma clareza. Não muito ainda, mas melhor que nada. Consegui evoluir no número de páginas do meu projeto. Ainda não tenho a tal questão, mas o cenário está ficando mais claro.

O final de semana foi de descanso. Mesmo sabendo que eu tinha que estudar, acabei aceitando o convite dos amigos Tati e Rodrigo para passar o fim de semana em Búzios. Foi muito bom. Comemos bem, bebemos bons vinhos, caminhamos pela praia, conversamos bastante, Rodrigo me passou alguns livros, escutamos música e descansamos.

Os dias de setembro costumam passar mais rápido do que os dos outros meses. Sempre foi assim e acho que sempre será. Quando menos se espera já chegou o dia 20, meu dia mais especial do ano. Como eu adoro fazer aniversário!

Na semana passada, passei por um teste. Tive de acompanhar um grupo de alemães em uma viagem a Petrópolis. Falar alemão é algo que gosto, mas nem sempre me sinto muito confortável. No final, deu tudo certo. Cometi todos os erros possíveis, mas conseguimos nos comunicar e o dia foi até divertido. Na quarta e na quinta, acompanhei o congresso de Germanística organizado pelo DAAD. Sempre há pessoas bem interessantes nesses seminários.

Hoje foi dia de colocar em dia as tarefas no trabalho depois de tantos dias fora. Dia tranquilinho.

A semana segue com metas bem determinadas: estudo, academia e alimentação controlada. Nada me fará sair dessa rotina até sexta-feira pelo menos. No sábado, temos festa de aniversário para ir, mas o dia também será de estudos.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Um bom começo de semana

A semana começou no mesmo ritmo do fim de semana, animada!

Hoje consegui resolver várias pequenas coisas. Precisava postar cartões-postais, despachar dois pacotes e comprar selos. Este é o tipo de coisa banal para o qual nunca temos tempo.

No trabalho, consegui ser bem produtiva, fechei a newsletter, atualizei o site e ainda deu tempo de fazer algumas divulgações via Facebook.

Conseguimos fazer um lanche leve em casa e depois ainda fiquei mais de uma hora lendo materiais que podem ser úteis para meu projeto de doutorado.

Ah, sim, e ainda fui à academia!

Coincidentemente, o tema estudado pelos alunos de projeto do Claudio é o mesmo da minha pesquisa de doutorado. Um dia, do nada, nos demos conta disso, e ele então começou a me passar várias boas indicações de materiais. :) Estou me organizando para ler ou pelo menos tomar conhecimento de tudo que ele me indicou.

No mais, as pitangas estão cheias de flores, as folhas das árvores enchem as calçadas do Rio (como em um outono tardio, todo ano é assim) e os dias começam a ficar lentamente mais compridos. Hoje quando saí da academia, ainda estava começando a anoitecer. Que venha a primavera!

Eu adoro setembro!


domingo, 1 de setembro de 2013

Fim de semana produtivo

Finalmente passei o fim de semana estudando, quase todo o tempo. Fiz algumas coisas de casa ontem, como colocar roupa para lavar, dar uma arrumada na cozinha, molhar as plantas, mas não sai de casa. Claudio encontrou o que fazer na rua para me deixar sozinha. E ainda trouxe uma massa para nosso jantar.

Assim o fim de semana foi bem produtivo, como há muito tempo não era. Ainda não tenho um tema, mas consegui reunir informações que podem me ajudar a justificar o projeto. Ainda não terminei por hoje, mas deu vontade de fazer este post. O objetivo é estudar bastante nesta semana, apesar das muitas atividades que terei no trabalho.

Na terça-feira, irei a Petrópolis acompanhar um grupo de alemães. Será uma experiência desafiadora de certa forma, pois ninguém fala português e terei de fazer funcionar meu alemão. Vamos ver como será.

Nos dias seguintes, haverá um seminário sobre germanística, com o mesmo pessoal e mais umas 50 pessoas vindas de diferentes universidades brasileiras.

As idas à academia é que ficarão meio prejudicadas, pois além de tudo isso ainda temos uma viagem no fim de semana com um casal de amigos.