quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Balanço 2015

2015 está quase no fim. Ainda faltam dois dias inteiros, que espero durem muito mais do que 48 horas. Afinal estou de férias! Estamos novamente em Punta del Este, lugar em que iniciamos 2015 e resolvemos voltar para uma nova temporada de praia. Tem sido ótimo! Realmente adoramos este lugar, que é tranquilo, mas com ótimas opções de restaurante, ótimos vinhos locais, uma pista de caminhada perfeita com vista para o pôr do sol mais bonito dos últimos tempos.

2015 foi um ano de muitos fins de semana em casa para adiantar a tese. Chego ao final deste ano com mais de 160 páginas redigidas, o que dá certo alento. Ainda falta muito, mas bom caminho já foi percorrido. Terei dois meses bem puxados pela frente. Então estou tentando pegar leve comigo nesses últimos dias, quando a opção tem sido ir à praia, correr pela orla, andar de bicicleta, passear pela cidade e comer e beber bem. Na volta ao Rio terei cinco dias para trabalhar na tese e planejar os 60 dias seguintes.

Neste ano realizei dois desejos adolescentes: assistir ao show do a-ha no Rock in Rio e assistir a De volta para o futuro no cinema. Podem parecer desejos pequenos para quem foi criado em uma cidade grande, mas eu não tinha a menor chance de realizar nem um nem outro onde estava nos anos 1980 e 1990. Foi muito bom! Eu realmente fiquei muito feliz.

Em 2015 consegui fazer pelo menos uma viagem grande, como chamo as viagens ao outro lado do oceano. Visitei a Milena em Paris e ainda passeei um pouco (Bordeaux, Saint Malo, Chartres, Saint Emilion, Lourdes). Foi ótimo. Para 2016, obviamente tenho grandes planos.

Neste ano comprei poucas roupas novas, mas adquiri um número bem grande de livros (para os meus padrões). Foi acontecendo naturalmente. Também ganhei um vale bem gordinho de aniversário, o que me possibilitou a compra de livros desejados. Guardei o Número Zero do Eco para esta viagem. Também li nos últimos dias Os Guinle, sobre a emblemática família carioca (de origem francesa/uruguaia/gaúcha). Ao longo do ano li 35 livros, número que espero superar em 2016. Tive de dedicar muito do meu tempo neste ano à leitura de artigos acadêmicos.

Neste ano vi vergonhosos, quando muito, cinco filmes no cinema. E acho que isso incluindo a trilogia de De volta para o futuro... Pretendo me recuperar em 2016, especialmente depois de março.

Encontrei pouco com meus amigos neste ano, mas foi uma opção. Os estudos de doutorado realmente tiveram prioridade.

Cheguei ao final do segundo ano de meu próximo projeto de vida.


domingo, 13 de dezembro de 2015

Escrever

Impressionante como podemos mudar de opinião sobre um texto (próprio) de uma leitura para outra. Escrever é meu ofício. Nos meus estudos, sejam quais forem, escrever também é peça-chave. Ontem peguei o rascunho da minha tese de novo. Passei por aquele momento fugaz de achar que nem está tão ruim assim. Pena que esses momentos duram realmente poucos minutos. Logo em seguida, me lembro que ainda preciso mexer profundamente no capítulo tal e tudo desestabiliza de novo. Ô vidinha dura. :)

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Cristo na janela

Acabei de olhar para o Corcovado pela janela do escritório. Hoje o Cristo está tão branco que arde os olhos. Atrás dele há uma nuvem bem branca, que contrasta com o pouco céu azul um pouco acima da cabeça do monumento. Fazia dias que o Cristo estava se levantando apenas mais tarde, saindo das sua confortável cama de nuvens apenas depois das 10h.

Minha cabeça já está começando a entrar no modo férias, pelo menos no trabalho. Em casa, diante do computador que exibe as páginas da minha tese, as férias chegarão apenas no final de fevereiro. Estou confiante.

Hoje vou reencontrar meus amigos do mestrado. É sempre bom vê-los. Neste ano não conseguimos nos ver. Vai ser bom.

Já estou começando a planejar as viagens de 2016. Serão várias, apesar dos dias de férias parecerem bem poucos.