Que venha 2018!


No final do ano passado, tentando ver o lado positivo da vida, fiz um post falando sobre tudo de bom que havia acontecido em 2016. No final, 2017 parece apenas que passou rápido. Eu não tive os tantos momentos felizes que esperava ter que me fizessem não pensar nos ruins que haviam contaminado 2016. 

Não sei, talvez a gente só precise de mais tempo para levantar a cabeça e seguir adiante. Como estou viva e com saúde (o último check up deu certinho), talvez seja a hora de simplesmente correr atrás do prejuízo. Um ano novo está aí para isso. 

Só desejo que 2018 seja mais delicado. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De Porto Alegre a Colônia do Sacramento de carro

Mentiras

Chuvinha para lembrar que a primavera é bem instável