Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

A vida tem dessas coisas...

Este é o nome de uma música do Ritchie. Costumo escutá-la frequentemente. Sei lá, gosto. Nos anos em que passei no Rio, eu me encontrei duas vezes com o Ritchie, num mesmo restaurante no Jardim Botânico, mas nunca tive coragem de falar com ele. Sempre estávamos em mesas bem próximas, mas eu ficava com receio de ser invasiva. Tê-lo por perto, porém, me fazia feliz.

Tenho uma amiga brasileira aqui em Münster. Ela vai passar férias na Noruega em julho. Falei que ela deveria começar a ouvir a-ha. Ela, nascida nos anos 1990, não sabia do que eu estava falando. E nem era porque só falamos em alemão.

Maio tem sido um mês calmo. Apesar de ter começado intenso, com viagens e visitas, agora deu uma acalmada. Não estou fazendo curso de alemão, só trabalhando. Os dias têm sido tão quentinhos e agradáveis. Não lembro de ter tido esta mesma sensação no ano passado, quando estava em Stuttgart. Bom, ano passado também minha cabeça estava a mil.

Junho promete ser um mês decisivo para mim. Estou cheia …

Feriadões de maio

Costumava pensar que na Alemanha não havia muitos feriados, mas mudei meu pensamento radicalmente neste mês. Só em maio desde ano, há quatro feriados! Curiosamente um no primeiro e um no último dia do mês. :)

No primeiro, viajei para Gent com amigos cariocas que mora na Holanda. No segundo, fui a Düsseldorf encontrar-me com outro casal de amigos que mora na Holanda. Estava um frio danado, mas deu para ter uma ideia da cidade.

Hoje, segunda de Pentecostes, fiquei o dia em casa, mas ontem dei uma longa caminhada. Decidi ir até duas propriedades aqui perto de casa que pertenceram à família da poetisa alemã Annette von Droste-Hülshoff. A primeira fica a apenas 20 minutos. Chama-se Haus Rüschhaus. A segunda é um pequeno castelo a 5km daqui. Como o dia estava bonito e a temperatura bem agradável, lá fui eu. No final, fiz quase 13km. Foi ótimo. Lá no Burg Hülshoff, que era a casa dos pais da poetisa, há um museu, um jardim e um café. Ontem estava tudo um pouco atípico, pois havia uma feira g…