quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Notas curtas de uma tarde quente

O bolo de laranja acompanha a leitura sobre a imprensa como fato histórico.

Na rua, os mendigos exalam cachaça, apesar do calor. Ou por causa dele.

A menina experimenta feliz o vestido verde, mas as alças são compridas demais. 

No posto de saúde, enquanto uma enfermeira aplica a dose mensal de B12, outra segura minha mão com uma delicadeza firme.

Li "A Cabana" em cinco horas. Continuo inquieta com o mistério da fé. 

O Natal chega com força no Rio. Menos lá em casa. Ainda. 

A noite promete boa comida, boa bebida e conversa animada com os amigos.

Há quem tenha afinidades com irmãos, mas conheço poucos. 


Nenhum comentário: