quinta-feira, 15 de julho de 2021

Um pouco de tudo

Acho que passei de nível na minha carreira como ciclista. Perdi o medo da chuva. Agora, para nao ir e vir de bike tem que estar chovendo canivetes. Se for uma chuva média, nao vejo mais problemas. Claro que o grande incentivador disso foi ter cancelado o cartao do transporte público. Aliás, hoje estava pensando que já faz quatro meses que fiz isso e tive uma economia de 260 euros. Nada mal, né? Desde entao, usei o transporte público uma vez, mas com o tíquete da viagem que faria a Baden-Baden. Claro que morar perto do trabalho e da estacao ferroviária também ajuda, assim como minha grande sorte de até agora nao ter chovido nem um dia ao ir para o trabalho. Na volta, já tive que colocar a roupa de chuva, mas na ida, nunca.

Uma das coisas mais legais da minha máquina de lavar é que posso programar para ela comecar a lavar mais tarde. Isso é uma ajuda e tanto, pois coloco a roupa na máquina de manha, ela lava uma hora antes de eu chegar em casa e nao fica o dia todo molhada dentro da máquina. Quando chego, está pronta e evito descer e subir até a salinha onde estao todas as máquinas dos apartamentos do prédio, que fica no térreo.

Já o mesmo recurso na máquina de lavar louca ainda nao vi motivo para usar. 

Eu acumulo pontos toda vez que compro em determinadas lojas alemas. Estava com quatro mil pontos e resolvi trocar por algumas coisas que estava querendo comprar. Troquei meus pontos por três produtos: um suporte para celular para acoplar à bicicleta; uma luz com sensor de presenca para o banheiro - pois acho horrível a claridade quando preciso ir ao banheiro de madrugada; e uma balanca. T. ficou triste com a minha decisao de ter uma balanca. Apesar de ele ter uma balanca velha no banheiro, ele viu isso como um retrocesso para alguém que estava tentando ser menos brasileira na pressao que a sociedade impoe em relacao ao corpo. Perdi a luta.

Nesta semana fiz a segunda dose da vacina. Quer dizer, tomei uma segunda vacina. Na primera vez foi astrazeneca; na segunda, BionTech Pfizer. Meu corpo se incomodou um pouco das duas vezes, mas nada pior do que eu já tenha passado na minha vida.

Desde que moro na Alemanha, os veroes tinham sido bem secos. Este ano, nao. Está chovendo horrores em diversos estados, com desabamentos, mortes e perdas enormes. Em Heidelberg, o rio Neckar está bem alto, mas ainda nao teve consequências piores. Só o cancelamento de shows que ocorreriam à beira do rio, o que depois de um ano e meio de cancelamentos de eventos nem surpreende mais. 

Tomara que até agosto melhore, pois gostaria muito de aproveitar minha semaninha de férias com sol. 

Temos duas pequenas viagens programadas e isso me dá uma alegria enorme. Tudo aqui na Alemanha, pois sem ter necessidade, nao tenho a menor vontade de deixar o país. Iremos conhecer (mais eu) duas novas regioes, estou bem animada. 

4 comentários:

Daniela disse...

oi Rafaela,

Tenho que perder o medo da chuva também. Comprei uma bicicleta 2 meses atrás mas ainda não me animei a sair com chuva fraca. Ainda tenho medo de andar na rua também, mas já melhorei muito para quem não andava de bicicleta há uns 25 anos.

Eu tenho balança há muitos anos, não sou neurótica com o peso, mas acho que ajuda a conhecer melhor o corpo. Eu noto que o meu peso varia bastante por causa da retenção de líquidos. Pode dar uma diferença de até 2 kg de um dia para o outro (pesando sempre no mesmo horário), então ajuda a evitar alimentos muito salgados que causam isso.
Eu sei que a desculpa de não engordar por questões de saúde é furada, é mais um modo de controle da aparência disfarçado de "ser magro é ser saudável", que não tem nada a ver com a realidade, mas mesmo assim eu uso a balança como guia, porque depois dos 40 anos o meu metabolismo mudou muito, e acabou que eu me distraí uns meses e acabei engordando 5kg sem nem perceber, só comendo o que costumava comer.

Abraço, Daniela

Rafaela disse...

Oi, Daniela!
Obrigada pela mensagem. :-)
Que legal que você comprou uma bicicleta. Você a usa mais para lazer ou está indo ao trabalho de bike?

Olha, o que me ajudou a encarar dias com chuva fina foi ter comprado uma boa jaqueta impermeável. Depois comprei também uma calca que protege da chuva. Em um de nossos passeios de bike, pegamos até granizo e elas aguentaram bem. Depois disso, meio que nao ligo mais muito se está chovendo. Tive a sorte de nunca ter chovido quando venho para o trabalho - desde abril. Ao voltar para casa, já peguei chuva, mas aí nao me importei muito. Ah, minha última aquisicao foi uma espécie de meia impermeável para colocar sobre o calcado.

Quando eu morava no Rio, me pesava quase todos os dias. Era muito paranoica. Sim, nunca é só sobre saúde. Depois dos 40, o corpo muda muito mesmo. Notei que neste inverno engordei um pouco, o que é natural, eu sei, mas a balanca, acho, vai ajudar a nao me distanciar muito do peso que acho razoável para minha idade atual.

Abraco
Rafaela

Lud disse...

Oi, Rafa! Parabéns pela habilidade ciclística! Eu acho andar de bicicleta muito lindo, mas minhas capacidades são limitadas. Sei que tudo é questão de treino - quem sabe na Suíça terei mais oportunidade?

Cara, balança... é uma luta eterna, né, entre mudar o mundo X viver no mundo. Eu também tenho uma balança aqui, e ela me ajudou a perceber que perdi músculos durante a pandemia. Estou me esforçando para caminhar mais, em vez de passar o dia sentada. Enfim.

Conheci um pouco da Alemanha durante o sabático e gostei demais. E olha que saco quase nada de alemão! Acho que quem entende aproveita muito mais.

Beijos e espero que as férias tenham sido ótimas !

Rafaela disse...

Oi, Lud! Está definida a Suíça?!Fico muito feliz e tomara que logo possamos nos encontrar. Quem sabe para um passeio de bike.
Beijo

Surpresas nem sempre são boas...

A vida nos surpreende de um jeito às vezes.  Meu 2022 estava indo bem, já tinha feito algumas viagens, tinha outras planejadas, iria receber...