Se beber, não case

Ontem fomos ao cinema. Eu queria ver Up em 3D, mas nossos ingressos free eram apenas para sessões comuns. Então, fomos ver outro, que também estava na minha lista: Se beber, não case (The Hangover, no original).
Perdi a conta de quantas gargalhadas eu dei. A história é um nonsense só, mas cheia de piadas engraçadas - e distantes do politicamente correto. Para completar, se passa em Las Vegas, cidade que, por razões emocionais, sempre fico feliz em rever.
Fazia tempo que não ria tanto num filme.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De Porto Alegre a Colônia do Sacramento de carro

Meu (longo) processo de cidadania italiana

Voltei