quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Cuidando da alimentação

Nossos esforços têm dado resultado. Desde o Natal, já conseguimos emagrecer alguns bons quilos.

Prefiro pensar que não estamos fazendo dieta, mas adotando um novo estilo de alimentação. Não que estejamos comendo muito diferente do que comeríamos antes, mas fizemos algumas adaptações ao estilo antigo.

Tentamos evitar carboidratos à noite. Uma amiga nutricionista nos disse que essa é uma forma eficiente para perder peso, aliada, claro, aos exercícios físicos.

Sabe que tem sido bom? Toda noite comemos uma proteína diferente e saladas com molhos variados. Tenho usado especialmente as receitas de molhos do site Panelinha. E nem é preciso ter tantos ingredientes em casa: cebola, alho, vinagre de vinho branco, aceto balsâmico, azeite de oliva, pimenta do reino, mostarda Dijon, cheiro verde e sal podem ser usados em diversas combinações gostosas.

Na hora do almoço, podemos comer de tudo, mas em porções não muito grandes.

Como costumo levar comida para o trabalho, temos procurado deixar alguns ingredientes já prontos. No fim de semana, por exemplo, fizemos feijão, congelado em pequenas porções, arroz integral e um bolo de carne de frango, que servem de quebra-galho quando não dá para ter comida fresca.

A Rita Lobo, que escreve o Panelinha, tem uma frase que gostei muito: prefira os alimentos que são perecíveis. Produtos como bolachas, salgadinhos e refrigerantes já não faziam parte do nosso dia a dia. Então, essa parte foi bem fácil.

Procuramos reduzir as comidas com muito açúcar. Isso também não foi tão difícil, pois não costumamos comer coisas que no geral todos adoram, como chocolates, balas, chicletes e afins. Quando decidimos comer um doce, é algo feito por alguém (não uma indústria), com os tais produtos perecíveis. E apenas vez ou outra.

Uma decisão acertada foi fazer um cardápio semanal. A Thais Godinho, do Vida Organizada, tem boas dicas para quem não sabe por onde começar.

Criar uma programação de refeições para a semana ainda não é um hábito, mas estamos nos esforçando para que se torne. Elaborar o menu da semana facilita muito na hora de ir ao supermercado. A experiência nessas últimas duas semanas foi muito boa. Compramos quantidades que realmente usamos. O desperdício tem sido nada ou quase nada, bem diferente da antiga realidade. Se sabemos que faremos suco de laranja uma vez na semana, não há razão para comprarmos mais de oito laranjas, por exemplo.

Para completar, retomamos as idas à academia e os passeios e caminhadas aos fins de semana. Estamos de férias de nossas atividades paralelas, então temos tido mais tempo para fazer isso. Quando o semestre começar, teremos de nos reprogramar para continuar praticando exercícios.


Assumir essa nova rotina não é fácil, mas tem sido uma ótima experiência. Então, acho que teremos força de vontade para dar continuidade.

Espero, sinceramente, daqui a alguns meses poder dizer que isso virou um hábito.

Nenhum comentário: