quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Ano novo!

Com 16 minutos de pura beleza começou meu novo ano. O espetáculo de fogos desta virada foi o mais bonito que assisti em Copacabana. Sempre fico emocionada nos primeiros minutos, pois, mesmo que seja uma ilusão, parece que se ganha a chance de recomeçar, de fazer planos, de acreditar que vamos mudar para melhor no ano que está começando. Na prática não é tão simples, mas faz bem pensar que será assim.

Em todo início de semana, costumo ler as colunas da Época. Hoje é quarta, mas é começo da semana para mim. Há várias colunas, claro, sobre o ano novo. Uma que gostei muito foi a da colega Ana Celia Aschenbach (para ler), que fala sobre mudanças. Ela afirma que se não mudamos, a vida nos faz mudar a força, pois nada é estático. O trechinho que mais gostei foi:

“A vida é essencialmente dinâmica. Por isso é preciso adaptar-se continuamente às mudanças que ocorrem. Tudo é impermanente. Para cada existência, a verdade básica é que tudo muda.”

Talvez o segredo seja ser dono das mudanças, antes de ser surpreendido por elas.

Nenhum comentário: