sábado, 16 de janeiro de 2016

Sábado de chuva

Acordei-me várias vezes durante a última noite e em todas elas ouvi o barulho da chuva. Acho que choveu a noite toda. E continua agora também. Parece haver uma cortina de chuva no horizonte. Eu gosto. Especialmente porque passarei o dia na frente do computador trabalhando em mais uma parte da minha tese.

Quer dizer, preciso dar três saídas, ou quatro. Preciso ir à Feira de Orgânicos. Já havia me arrumado para sair, mas a chuva engrossou. Combinei com o Claudio para ele me levar até ali, dar uma volta e passar para me pegar. Assim não me molho muito. Depois precisamos ir pegar os produtos que comprei na Junta Local. Ainda antes do almoço quero também dar um pulo na academia, para não quebrar o esforço dos últimos dias.

Neste primeira semana de volta à "vida normal", tenho me dedicado especialmente a três atividades: trabalho, estudo e academia. Trabalho e estudo não é muito uma questão de escolha. Trabalhar tenho que ir mesmo. Estudar, não há escapatório, visto que estou há pouco menos de dois meses da defesa. A academia é uma escolha que fiz. Pelo menos durante os próximos 30 dias me dedicarei a isso, mesmo nos dias em que me sentir muito cansada.

A inspiração veio de um vídeo do TED, este aqui. Achei a ideia muito interessante e resolvi tentar. Hoje já vou para o 11º dia de academia. Aos poucos vou sentindo a diferença no meu corpo, mesmo que a balança me diga outra coisa.

Nenhum comentário: