terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Mudanças de rumo

2017 chegou sem pestanejar, mostrando-se bem mais animado do que 2016. Claro que o ânimo em começo de ano também é sempre maior. Talvez o segredo para uma vida plena seja manter esse pique de maneira constante. Eu ainda preciso aprender muito sobre vida plena...

Meu ano começou diferente. Continuo com o mesmo volume de trabalho, mas a vida fora de lá mudou radicalmente. Pela primeira vez em muitos anos (quatro pelo menos), eu não tenho algo para fazer ao chegar em casa, ou algo ocupando a minha cabeça e me preocupando, algo que esteja atrasado, alguma leitura que ainda não fiz, os parágrafos que tenha que escrever para o meu marco teórico da tese, os exercício da classificação do curso de Biblioteconomia e assim por diante. Pela primeira vez, quando chego em casa tenho o direito de ler o que quiser, ver o filme que quiser, dormir se estiver cansada. E isso tem sido muito bom.

Agora que a vida iria entrar nesse novo formado, claro que tive que encontrar algo para tirá-la do prumo de novo. Eu gosto de mudanças, mas uma pequena parte de mim se recente com a outra, que sempre quer algo novo. Daqui a pouco mais de um mês minha vida passará por nova transformação. Na verdade, daqui a uns 15, 20 dias, já será bem diferente.


Nenhum comentário: