segunda-feira, 8 de maio de 2017

Tom Cruise


Finalmente, depois de diversas tentativas frustradas no passado, ontem assisti a Jerry Maguire. Era uma falha no meu currículo de fã inveterada de comédias românticas. (Até tinha mencionado aqui em 2015)

O filme parece ter 15 minutos. Não sei explicar por que fiquei com essa sensação. Só sei dizer que me lembrei do quanto já fui apaixonada pelo Tom Cruise.

Numa das últimas limpezas nos meus guardados na casa da minha mãe, fui obrigada a me desfazer de muitas coisas, inclusive os meus inúmeros pôsters do Tom Cruise. Ai, que dor.

Em Jerry Maguire, ele tem 34 anos. Tão lindo, de roubar realmente o fôlego.

Claro que depois fui dar uma pesquisada na web sobre ele. Apesar de ter enchido a cara de botox, continua bonitão.

Há muitos atores que adorei na adolescência, mas acho que ninguém como Tom Cruise (talvez o Tom Hanks, mas por razões diferentes). Depois a vida nos afastou. Há muitos de seus filmes que nunca vi - ou havia visto, como Jerry Maguire, por exemplo. Acho que a última vez que o vi no cinema foi em Minority Report, cujo lançamento, me diz o IMDB, foi em 2002. (Ao consultar o IMDB, percebi que vi também Guerra dos Mundos, de 2005, no cinema, e Trovão Tropical, de 2008, em DVD),

Estou gostando muito da possibilidade de poder pegar DVDs. As duas bibliotecas que frequento oferecem o serviço e têm acervos muito bons. Peguei Brazil (1985), de que havia ouvido falar, mas também nunca tinha tido a chance de ver. E vi também o alemão Soul Kitchen, um alemão, que passou pelos cinemas cariocas.

Nenhum comentário: