terça-feira, 12 de maio de 2020

Anotações da pandemia 2

Há dias em que é difícil acreditar na realidade.

Não apenas que o mundo está sendo dominado por um vírus, mas também que pessoas perdem seu tempo elaborando ou disseminando teorias da conspiração.

O que acontece no Brasil, então, parece uma piada de mau gosto. Como podemos ser tão patéticos?

***

Descobri dia desses que gosto de pelo menos um chocolate da Lindt. Resolvi entrar numa loja para comprar uma cobertura de bolo e como havia coelhos de páscoa em promoção, arrisquei comprar um. Decisão nada boa, pois agora vi que gosto quando é chocolate puro. Comprei um outro no supermercado esses dias. Por sorte esses restos de chocolates de páscoa estão já no fim em todos os lugares.

Tenho cozinhado bem mais em casa nos últimos tempos, e não apenas pelo fato de os restaurantes estarem fechados. Talvez tenha ajudado uma decisão que T. e eu tomamos ainda em fevereiro, de cozinhamos pelo menos uma vez aos fins de semana. Em média, cozinhamos duas vezes, o que pessoalmente acho uma maravilha. Saber exatamente o que estamos comendo é um alento. Claro que sentimos falta dos restaurantes que adoramos visitar. Eu mesma estou louca para poder ir a um Biergarten. E para comer sushi! (Tem no supermercado, mas nao é a mesma coisa)

Nesta semana comprei o novo livro da Marian Keyes. Se nos primeiros, as personagens era em sua grande maioria mulheres de 30 anos, solteiras, desencantadas com relacionamentos, que bebiam bastante e viviam fazendo coisas com os amigos, agora as protagonistas estão na casa dos 40 para 50 anos, já têm filhos, problemas com relacionamentos, continuam bebendo demais e dividindo as frustrações e alegrias com os amigos. Ano passado tive essa impressão com “The break” e “Grow ups” começou um pouco assim. Vamos ver como evolui.

Até agora ainda ano tive vontade de assistir a nenhuma “live”. Será que estou perdendo alguma coisa? Apesar de o mundo estar desabando lá fora, estou vivendo um período bem feliz da minha vida. Estou onde quero, tenho um trabalho que amo e, como bônus, ao meu lado uma pessoa que vale a pena. Resta-me apenas agradecer.

Um comentário:

Lud disse...

As únicas lives a que eu assisto são as do Átila Iamarino... XD Fora isso, acho que você não está perdendo nada, não.

Que bom que você está feliz. É um sopro de alento nestes tempos de tormenta.

Beijos e se cuidem!

Surpresas nem sempre são boas...

A vida nos surpreende de um jeito às vezes.  Meu 2022 estava indo bem, já tinha feito algumas viagens, tinha outras planejadas, iria receber...