sexta-feira, 27 de março de 2009

Dia de fúria

Meu dia começou bem hoje, mas em dois momentos eu realmente fiquei muito irritada.

O primeiro momento foi ao ler a "resenha" do show de ontem, feita pelo Jamari França, no site do Globo. Ele começa o texto perguntando o que leva 6 mil pessoas a sair de casa para ver o pop pasteurizado do A-ha. Depois de ler esta primeira frase, pensei: imagina o que vem no resto do texto.

Eu já cobri show que eu não gostava, mas nunca desrespeitei os leitores desse jeito. Muito infeliz essa primeira frase e as demais que vieram depois. Não por acaso, o texto está sendo recorde de comentários no site. Depois ele segue destilando a dor-de-cotovelo que ele sente pela banda. 

Repulsivo.

O segundo momento foi durante a ida à Caixa. Seria tão bom se desse para fazer tudo pela internet... Assim não precisaríamos nos submeter à falta de preparo dos funcionários. 
Um pouco menos de burocracia seria bem útil também. Exemplo: precisava mudar o endereço, que ainda é o de Florianópolis, mas não consegui, porque não vale eu estar ali pessoalmente, com documentos, preciso apresentar um comprovante que mostre que eu não estou mentindo. Menos mal que ela sugeriu enviar o que pedi para a agência e não para o endereço antigo. Esse foi apenas um detalhe da ida ao banco. O resto foi ainda pior, mas deixa para lá, para não me irritar de novo.

Pelo menos o fim do dia será bem agradável, com risoto, vinhozinho e boa companhia.

Bom fim de semana a todos.

Um comentário:

Maurício Oliveira disse...

Liga não! Os cães ladram e a caravana passa (se bem que às vezes os cães mordem ou a caravana é assaltada, mas deixa pra lá). Bom final de semana!