sábado, 29 de agosto de 2009

Quem dera fosse eu...

Hoje de manhã fomos acordados pelo telefone. Era o setor de segurança do banco no qual temos cartão de crédito. A notícia não era nada boa: meu cartão parecia ter sido clonado. Depois de dizer que não, eu não estava nos Estados Unidos e meu cartão não havia sido emprestado para ninguém, o mocinho me deu as instruções sobre como proceder para resolver a situação.

O dono do cartão com meu nome nos Estados Unidos escolheu bem as lojas: Diesel, Hugo Boss, Adidas... Entre ontem e hoje, vimos no extrato, gastou mais de dois mil dólares em umas seis ou sete compras... Nem a Bed, Bath & Beyond ficou de fora.

O alerta do banco deve ter disparado, especulamos, quando eu usei o carão ontem à noite... aqui no Rio.

Quem dera eu tivesse esses dois mil dólares para fazer essas comprinhas...

Um comentário:

Mamãe Rafa disse...

Nossa!!! Que chato!
Espero que resolvam tudo direitinho e que não tenhas prejuizo, so a incomodação inveitavel mesmo...
Beijo