terça-feira, 28 de abril de 2009

Tempo (ainda) III

Uma professora disse esta frase esses dias na aula. Gostei.

"O passado não reconhece o seu lugar: esta sempre presente." (Mário Quintana)

domingo, 26 de abril de 2009

Tempo II

Esses dias falei da dificuldade de viver o presente. E hoje saiu uma matéria na revista do jornal O Globo sobre o assunto tempo. Especialistas explicando por que está cada vez mais difícil de se estar presente de forma tranquila no presente com tantas coisas para se fazer, para se pensar, a ansiedade de não estar fazendo tudo, dando conta de tudo.

Tempo I

Tão ruim quando o Claudio viaja.
Só mesmo o rei para amenizar... :)

"Cada minuto é muito tempo sem você." (Amor-perfeito, minha música preferida do rei)

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Vivendo o presente

Tão difícil viver o presente na maioria dos dias.

Sem se dar conta, você está pensando nas coisas que quer fazer nas férias, no que vai poder comprar no mês seguinte, no que vai fazer quando tiver lido todos os textos que precisam ser lidos... Pior ainda é quando lembra do que fazia no passado, do rosto sem rugas há apenas alguns anos, do pai ainda vivo para ligar, da vida tão diferente...

O negócio é que o que foi já foi e o que ainda virá não sabemos.

Todos esses devaneios para contar que nesta semana resolvi me apegar ao presente (que está bem bom, indeed) e tomei coragem para fechar minha conta do Banrisul, algo que me prendia ao meu passado, de certa forma. A conta era vista por mim como um dos poucos vínculos que ainda tenho com meu estado de origem e parecia tão doloroso acabá-la. Só que comecei a pensar que essas coisas materiais não nos prendem a nada de verdade. E, sim, os sentimentos que temos. E esses nunca vão morrer. Com uma conta no banco dos gaúchos ou sem.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Bons e baratos

Em tempos de crise mundial, decidimos rever nossas idas a restaurantes.

Para não deixar de fazer algo que adoramos, passamos a escolher lugares bons, mas com preços mais acessíveis. Algumas de nossas experiências:

Rei das Empanadas - legítima empanada da região de Buenos Aires, pizzas que parecem aquelas feitas em casa. Empanadas custam em média R$ 2,50 cada uma; a pizza, de bom tamanho para dois, R$ 16.

Cervantes - Não muito longe do Rei das Empanadas, está outra boa opção boa e barata. Sempre que temos visitas, vamos ao Cervantes. O bom do lugar são os sanduíches, com queijo e abacaxi, mas por uns reais a mais, é possível comer uma minuta, que dá para dois e sobra. O preço, com bebidas, fica em torno de R$ 35.

Rotisseria Sírio-libanesa - No Largo do Machado não tem para ninguém. O melhor lugar para um lanchinho ou para uma refeição completa é o balcãozinho do árabe. As esfihas custam R$ 2,40 cada uma e são muito boas! Provamos tambémum o prato contendo duas kaftas, arroz de lentinhas e carne moída e cebolinha frita. Vale muito a pena. E o melhor, com dois sucos, ainda custa uns R$ 25.

Galetos - Independente do endereço, galetos são sempre bons e baratos. Recomendamos o do Braseiro da Gávea, aqueles da Rua Domingos Ferreira em Copacabana e o do Edfício Central, no Centro. Preço médio: R$ 30.

Amir - Depende do prato, mas é possível comer muito bem no Amir por R$ 35. Normalmente, pedimos um prato com arroz de nozes, saladinha, pasta de grão de bico, frango e uma cestinha de pães. Outra opção lá são os kebabs.

Fiametta no Pão de Açúcar/Pizza do Zona Sul - Já foram mais baratas, mas ainda dá para encarar. Comer uma pizza dentro do supermercado é uma alternativa mais barata para matar a vontade de comer pizza sem gastar muito. A conta fica em R$ 35.

Lojas de sucos - Sanduíches sem grife e sucos feitos na hora em muitas esquinas do Rio. Temos as nossas preferidas: Boomerang e BiBi Sucos. Conta: R$ 25.

Las Vegas Sun ganha Pulitzer

Nos meses que morei em Las Vegas, conheci vários jornalistas do Las Vegas Sun. Por isso, fiquei muito feliz quando li que uma jornalista de lá, Alexandra Berzon, 29, ganhou um Pulitzer. A cobertura do prêmio feita pelo próprio jornal pode ser lida no site do Las Vegas Sun.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Gatinho e gatões

Soubemos ontem que um casal de amigos adotou um gatinho. Eu ainda não o conheci pessoalmente, mas pela foto, deve ser um fofo! Ele tem um irmão mais velho, o Esperto, que é um gato muito, mas muito querido. Aqui no Rio, temos ainda mais um amigo felino, o Petit Gateau. Quer dizer, eu até queria ser amiga dele, mas ele não gosta muito de mim. Será que tem relação com o fato de o pai dele ter dito que sou igual à Felícia*?

Mais novo integrante da família do Vinícius
Feliz, novo irmãozinho do Esperto, este gatão aí embaixo:

Chato ser tão gostoso assim, não?



* Felícia seria um belo exemplo de uma perfeita doce garotinha, não fosse por alguns poréns. Uma adoradora de animais, ela exerce esse sentimento de uma maneira extremamente radical, apertando, amando, abraçando, esmagando e praticamente triturando seus bichinhos de estimação de tanto amor. No fundo suas intenções são boas, mas ela sempre está completamente inadvertida das confusões que causa.

Mima

Mima caminha pelo sítio, em Muitos Capões/RS


Não falo muito sobre ela, mas eu tenho uma gata. Ela se chama Mima e mora com a avó, em Vacaria. É uma gatinha viajada. Nasceu em São José, morou em Florianópolis, Lages e, há mais de um ano, em Vacaria. Semanalmente, ela viaja para Muitos Capões, onde está nessa foto aí de cima. 

Mima se instalou na minha casa no final de março de 2002. Chegou e não quis mais ir embora. Eu ia me mudar quatro dias depois. Não tivemos, minha irmã e eu, coragem de deixá-la no Kobrasol. Desde então, ela vive um pouco com cada pessoa da nossa família. Apesar de se dar bem com todos, é a minha irmã quem ela ama. Estando a Fernanda por perto, ela não dá bola para mais ninguém. É impressionante.

Um dia, quem sabe, ela vem para o Rio.

terça-feira, 14 de abril de 2009

Casa da Feijó

Lembro quando a Márcia começou o curso de patchwork uns anos atrás. Já levava jeito fazendo bolsinhas de crochê, mas parece que um novo mundo se abriu. E, iniciado o curso, a empolgação só aumentou. Parte das criações fofas que ela produz podem ser vistas no blog Casa da Feijó

Aqui uma mostrinha:


Ah, ela recebe encomendas por e-mail, basta deixar um recado lá no blog.

domingo, 12 de abril de 2009

Friozinho no fim de semana

No sábado à noite, depois de um churrasco em família no interior de São Paulo, demos um pulinho numa Gramado cinco vezes maior e mais rica: Campos do Jordão. Adorei o lugar, especialmente pelo friozinho. Também pelas araucárias, que me são tão familiares. Esperamos voltar um dia.




sexta-feira, 10 de abril de 2009

Feriado

Tenho vários posts na cabeça, mas o tempo anda tão curto. Quero falar do Sistema de Animação, filme que assisti sobre o Toicinho lá no CCBB, mais um pouco sobre comédias românticas, sobre os textos bacanas que tenho lido no mestrado, mas agora vou aproveitar a tarde do feriado lá em Ipanema com algumas amigas. Depois de tantos anos sem ter feriado, tenho mais é que valorizar estes que vêm pela frente. 

terça-feira, 7 de abril de 2009

Correndo atrás ou o blog do Mário

Mário aceitou um desafio. E dos grandes. Ele quer perder 30 dos seus 130 quilos e, em dezembro, correr uma prova de rua de 10km. 

Desde que ouvimos essa ideia pela primeira vez, ficamos empolgados. O melhor de tudo é que o Mário vai contar essa trajetória em seu blog, o recém-criado Correndo Atrás.

Eu tinha decidido só participar de provas de 5km neste ano, mas agora tenho um bom motivo para me motivar a correr os 10km. Até dezembro, assim como Mário, estarei preparada!



segunda-feira, 6 de abril de 2009

Cinema catarinense no Rio

Hoje recebi um e-mail que me deixou bem feliz, do cineasta José Rafael Mamigonian - autor de Seo Chico, um retrato

Zé Rafael me informou que será exibido aqui no Rio Sistema de Animação, filme sobre o "baterista-figura" Toicinho. 

O filme foi feito por Alan Langdon e pelo Guilherme Ledoux, com ajuda do Zé Rafael. Do Ledoux eu lembro pelo menos de nome. Ele fez participações em diversos shows que eu assisti em Florianópolis.

Sistema de Animação foi selecionado para a Mostra do Filme Livre. O filme será exibido no CCBB duas vezes: quarta agora, dia 8, às 18h, no cinema; e dia 24 de abril, às 15h, no auditório. 

Eu vou assistir!

domingo, 5 de abril de 2009

Comédias românticas 1

Dia desses, depois de sair do trabalho, resolvi fazer algo que adoro: ir ao cinema à tarde. E o melhor, fui ver uma comédia romântica: He's just no into you, baseada em um livro com mesmo título. Quando morei nos EUA, a americana com quem dividia apartamento comprou esse livro toda animada, mas eu nunca o li efetivamente, nem sei se tinha uma história ou se eram só historinhas curtas. Para quem gosta do gênero, é um filme bem feitinho!

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Conhecimento

“O conhecimento nasce da ignorância assim como a luz nasce da escuridão”

Gaston Bachelart