sexta-feira, 11 de março de 2011

Impressionante!

Não sei como eu ainda consigo ficar surpresa com isso, mas é (sempre) impressionante. Quem não tem nada para fazer da vida ou não sabe o que fazer da própria vida fica inventando problemas para os outros.

Faço forças para não me incomodar com coisas que, diretamente pelo menos, não tem relação comigo, mas tem vezes que é quase impossível. Fico abismada - e triste - por ver o quanto uma cabeça doente pode destruir uma vida. E, a reboque, inserir sentimentos ruins em várias outras.

Quanto será que uma pessoa com problemas de ordem psiquiátrica dá-se conta de que precisa de tratamento? Nunca? O destino dos outros é aguentá-la até ela morrer?

Quando será que isso terá fim?
Será que somente mesmo com a morte?

Nenhum comentário: