quinta-feira, 24 de março de 2011

Mestrado concluído

É, dois anos passam bem rápido.

Ainda está tão clara na minha memória a noite em que Márcia e Helton estavam lá em casa e, pela primeira vez, eu comentei com alguém sobre um curso de mestrado que eu estava a fim de fazer. As inscrições iam até cinco dias depois e eu ainda nem sabia muito bem que projeto fazer, mas tinha uma ideia.

Essa ideia seria desenvolvida nos dias seguintes. E em 21 de janeiro de 2009 eu fazia minha inscrição na seleção do mestrado em Ciência da Informação, do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) em convênio com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Um mês de tensão depois e lá estava meu nome na lista de aprovados. Feliz da vida!

Foram dois anos de muitos trabalhos, vários fins de semana olhando o sol forte e o céu azul do Rio de Janeiro pela janela da sala, algumas madrugadas em frente ao computador, mas também alegria por estar de novo aprendendo, por conhecer gente nova, e por ter a chance de me dar conta de que o mundo é mais amplo do que imaginava.

Tive momentos de total desespero, mas, ao mesmo tempo, me vi cercada de colegas tão queridos e companheiros. E também tinha o colo e o abraço do Claudio para me consolar, acalmar e empurrar para frente. Talvez eu me esqueça de alguns autores, de algumas definições, mas dificilmente me esquecerei desses momentos tão mágicos compartilhados com pessoas tão especiais.

Dois momentos foram especialmente instigantes – e, por isso mesmo, de tensão: a qualificação e a defesa. Dois momentos essenciais no processo do mestrado.

O segundo deles, a defesa da dissertação, eu vivi faz poucos dias. Na última terça-feira, apresentei à banca o resultado de seis meses de trabalho intenso. Eu não gosto muito de apresentações, confesso. Apesar dos ensaios, na hora fiquei mais nervosa do que deveria e devo ter dito algumas bobagens, mas a verdade é que são raros os mestrandos que estão calmos em suas defesas. Não é justificativa, mas consola.

Os comentários que seguiram a apresentação me deixaram muito feliz e aliviada. Não apenas por terem sido bem positivos, mas por combinarem com o que eu estava pensando nos últimos dias: sim, dedicar dois anos da minha vida ao mestrado valeu muito a pena! Em todos os sentidos.

Que venham novos desafios, mas só depois de abril, porque agora eu vou descansar um pouco!

5 comentários:

Cristiane Fontinha disse...

Parabéns!!!!!!!!!!!!!
Eu também estou feliz, iniciando o processo que acabaras de concluir.
Beijos.

Ana Paula disse...

eeeeeeeeeee

parabéééns!

menina, parece que foi ontem que começaste... passa rápido!

beijos

Le Vin au Blog disse...

Até parece que foi ontem que tu e o Maurício me deram um empurrãozinho, me mostrandos os projetos de vocês. :)

Muito obrigada pela tua participação, Ana! Fez toda diferença!

Beijos

Janayna Giordano disse...

"Não há nada que não se consiga com a força de vontade, a bondade e, principalmente, com o amor." (Cícero)
Parabéns!!!!!!!!
Nós estamos muito felizes por você.
Muitos beijos, abraços e chamegos das netinhas.

Le Vin au Blog disse...

Obrigada, Janayna! :)