terça-feira, 22 de julho de 2014

Alvorecer

Entrei em minha terceira semana indo à academia no começo da manhã. Saio de casa poucos minutos depois das 6h. Aos poucos vou ficando menos impressionada com a quantidade de pessoas que já está circulando nesse horário, mas a movimentação ainda me faz pensar o quão cedo elas se levantam e saem de casa. Como moramos perto de um hospital, acredito que muitas estão terminando o turno de trabalho e finalmente indo para casa. Hoje mesmo encontrei o Brás, nosso porteiro da noite, que costuma trabalhar das 22h às 6h.

Quando chego à academia, antes das 6h10, já há pelo menos umas 15 pessoas nas esteiras e nos aparelhos. Ontem foi o dia em que cheguei mais cedo. Não sei se o pessoal da recepção se atrasou um pouco, mas havia uma fila de rapazes fortões entrando na academia. Eu nunca havia reparado, mas alguns levam as roupas em cabides para vestir depois de tomar banho.

Nos dias mais frios, há naturalmente bem menos pessoas na academia.

Ao sair de casa, ainda está escuro, mas o dia clareia totalmente durante os 50 minutos que fico dentro da sala sem janelas. Quando volto para a rua, é como se um mundo de coisas tivesse ocorrido - e provavelmente ocorreu mesmo.

Ontem recebemos visitas, mas me levantar cedo hoje não foi tão problemático. Notei, porém, que meus reflexos estavam mais lentos. Espero que o apatetamento não siga comigo até o fim do dia, pois tenho muito que fazer hoje.

O friozinho continua, assim como os belos dias de céu azul, bem azul. 


2 comentários:

Daniela de Freitas Guedes disse...

Gosto muito de acordar cedo para ver o sol nascer (acho tão bonito quanto o pôr do sol e nunca vou esquecer o primeiro alvorecer que vi) e aproveitar o silêncio. Por aqui, não há muita gente na rua nesse horário. Em São Carlos (onde moro também), é um dos poucos momentos do dia em que se consegue ouvir os pássaros porque os pedreiros ainda estão chegando para trabalhar nas obras, o trânsito ainda está calmo e as festas nas repúblicas (moro pertinho da faculdade) já acabaram. :)

Le Vin au Blog disse...

Oi, Dani, vou conhecer São Carlos no próximo fim de semana, mas acho que não irei a nenhuma festa de república pois ficaria parecendo com a mãe de algum estudante. :)
Bj