terça-feira, 15 de julho de 2014

Dias de céu azul

Desde que a Copa do Mundo chegou ao fim, o céu no Rio de Janeiro está azul, o sol reapareceu e há um friozinho gostoso no começo das manhãs. Inverno perfeito.

A janela ao lado de minha mesa de trabalho
Ainda sobre a Copa
Felipão já foi herói, mas vive nesses últimos dias um pesadelo.
Eu não me espanto com o comportamento metido à besta dele nas entrevistas, nem com o nosso. Nós, brasileiros, somos assim, basta alguém cometer um erro, mesmo que tenha feito vários acertos antes, para falarmos apenas do que deu errado. Quantas vezes vi essa situação no trabalho.
Já o Felipão não poderia representar melhor os seus conterrâneos. Quem nunca viveu esta situação também? Sendo confrontados, tentamos defender nosso ponto de vista a todo custo, mesmo que estejamos claramente errados.

Ainda bem que este mês de copa chegou ao fim. Foram tantas notícias ruins, que eu não via a hora de mudarmos de fase.

E esta nova fase chega com apenas dois assuntos importantes: Academia e doutorado.

O 4Square me avisou hoje de manhã que estou indo à academia direto faz 11 dias. Recorde. Realmente não me lembro de ter frequentado uma academia com tanto afinco, nem mesmo na época de Curves, no final de 2006.
A mudança de endereço tanto do local de trabalho quanto da academia foi um grande incentivo para fazer exercícios logo de manhã. Tenho me levantado às 5h50, sem esforço, para ir à academia. Decisão bem feliz. De manhã cedo, a academia está vazia, consigo fazer todos os exercícios que quero sem precisar esperar por um aparelho livre. Ainda dá tempo de voltar para casa, tomar banho com calma, preparar um bom café e chegar ao trabalho cinco minutos adiantada.

O projeto de doutorado segue clareando, mesmo que a passos lentos.


Nenhum comentário: