terça-feira, 20 de outubro de 2009

Sou só eu?

Talvez eu esteja enganada, mas ficaria menos, digamos, incomodada, se as pessoas não parassem: - em frente à porta de um elevador prestes a se abrir, sabendo-se que esse elevador fica em um prédio comercial e há chances altíssimas de alguém sair de dentro dele; - em frente à porta do metrô prestes a se abrir, sabendo-se que muitas pessoas vão descer e se elas não conseguirem descer, quem está fora não conseguirá entrar; - de qualquer lado na escada rolante. Elas demonstram assim que ou nunca precisaram subir mais rápido a escada ou não têm noção de que seria bem mais civilizado se todos parassem do lado direito e deixassem o lado esquerdo liberado; - no meio do vagão do metrô, com suas enormes mochilas nas costas ou bolsas, atrapalhando totalmente quem pretende passar para o outro lado ou simplesmente se posicionar diretamente atrás dela. Ainda mais no metrô vazio e espaçoso que temos atualmente no Rio de Janeiro;
- grudadas em você em qualquer fila, seja no restaurante, no supermercado.

Nenhum comentário:

Surpresas nem sempre são boas...

A vida nos surpreende de um jeito às vezes.  Meu 2022 estava indo bem, já tinha feito algumas viagens, tinha outras planejadas, iria receber...