quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Calor e outras

Calor fortíssimo no Rio nos últimos dias. E a promessa é que fique assim, beirando os 40 graus, até domingo. Tudo bem, planejamos mesmo ir à praia e o Claudio hoje me prometeu que vamos dar um mergulho de mar à noite numa das próximas noites.

Passei a tarde toda na rua hoje. Quase derreti. Tudo que tentei fazer, tive de fazer pela metade. A UFRJ resolveu colocar todas as bibliotecas abaixo. O lado bom é que poderei ficar com os livros por mais um tempo. O Ibict ainda não consertou o elevador. A secretaria de lá nem quis saber da minha ficha de inscrição. Falou que não precisava do papel... pelo menos, por agora. No Goethe, as matrículas para o que eu quero ainda não abriram...

Nessa 'andada' do Flamengo, onde participei de um almoço de trabalho, até o Rio Sul e depois até o Centro, meu sapatinho novo detonou com meu pé e eu tive de me render a um par de havaianas comprado nas Americanas. Ou era isso ou não podia caminhar até em casa.

Na volta, conversei com um mecânico ali da oficina da esquina e descobri que o Moleque estava doente há um mês, mal conseguia caminhar. Ele tinha entre 18 e 19 anos, apesar do corpo de garotinho.

O engraçado nessa história é que Tigrão, um dos outros cachorros da oficina, esses dias estava ali na Arte dos Sucos. Nem bem o Moleque se foi e ele já está tentando ocupar o espaço do galego simpático.

Provamos hoje à noite um fast food diferente, de comida japonesa. Chama-se Bentô e fica em Ipanema, perto do Doce Delícia. Serve caixinhas com comida japonesa. Você pode escolher até quatro comidinhas (sushi, sashimi, yakisoba...) para completar sua caixinhas. Depois coloco uma foto aqui, que o Claudio fez.

Fui a um restaurante arrumadinho hoje na hora do almoço, mas que não sabe fazer Tiramisú... Parecia uma torta fatiada da Chaika.

Marcão mandou um e-mail falando sobre uma variedade de cafés vendidos no Zona Sul. Preciso confessar, comprei um café orgânico bem bacana, mas acho que tão cedo não precisarei comprar outro. Fiz café apenas duas vezes, por enquanto, pois de manhã, com um sol brilhante invadindo todo o apartamento, a última coisa que quero é uma bebida quente. Apesar disso, hoje fiz, pois abrimos o leite para fazer pão de queijo e tenho de acabar com aquele leite. Ficou bem bom o café.

Ah, e na semana passada liguei para a Britânia. Comprometeram-se a me mandar a peça pelo correio. Vamos ver. Daqui a uns 10 dias saberei se eles vão cumprir isso mesmo.

No domingo, além de pães de queijo, fizemos outras 11 receitas para encher nosso freezer.

Nenhum comentário: