sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Semana fora do normal

Esta semana foi um pouco esquisita. Novamente cortada por um feriado, mas diferente da semana passada, quando recebemos visitas e a casa ficou superanimada.

Terça-feira foi um dia bem especial, aniversário do Claudio. Como não precisei trabalhar, fiquei mais feliz e acabei tirando realmente o dia livre. Nem peguei nos livros e cadernos de aula. Foi bom. Apesar de isso ser apenas empurrar o mal com a barriga.

De qualquer forma, a semana havia começado meio esquisita. Acho que fiquei meio cansada dos agitados dias anteriores, quando dormimos pouco e fizemos mil coisas. Fiquei cansada, mas foi por um ótimo motivo, nossas visitas, que adoramos receber, sempre.

Passei a segunda-feira no trabalho caindo pelas tabelas, literalmente. Se tivesse um sofá aqui na minha sala, eu teria dormido esparramada.

Nesta semana, os estudos não foram realmente a minha prioridade, ainda mais depois que descobrimos que a professora de quinta não poderia ir à aula e um seminário que apresentaríamos fora transferido para o dia 29.

Aproveitei para acabar de ler os 50 Tons de Liberdade. Comecei meio que reclamando. Depois de duas semanas, eu havia perdido a conexão com os personagens. Mergulhei de cabeça nos primeiros dois volumes, de tal forma que eles pareciam meus conhecidos, mas depois de duas semanas e tanta programação, acabei meio que me desligando.

Foi difícil recuperar a paciência com o instável Christian Grey, mas à medida que voltei a ler, e novamente aos supetões, logo me vi enredada pela história. O livro é cheio de defeitos, mas, como adoro uma história de amor, acabei fisgada novamente. Acabei ontem e, confesso, as últimas páginas, nas quais ela mostra a versão de Christian, me fez querer voltar ao começo do livro. Nada mais óbvio, pois é quando ocorre o envolvimento amoroso, por assim dizer, antes de começarem com o - intenso - contato físico. No fundo, não resisto a uma história de amor, por mais tola e superproduzida que seja.

Para completar a semana, uma gripe começou a chegar às quatro da tarde de quarta-feira. Maldito ar condicionado do consulado alemão. Hoje já é sexta e sinto que o fim de semana será meio de molho. Pena que agora não posso mais me escapar dos trabalhos de aula. Será um pesado fim de semana de estudos, mas não há de ser nada - Pollyanna -, na outra semana já estarei de férias!!!

Nenhum comentário: