domingo, 12 de março de 2017

Ah, a primavera

Perto do lugar em que estou morando há uma igreja, cujos sinos tocam sem parar neste momento. Achei que fossem 10 horas da manhã, mas acabei de dar uma olhadinha na torre do campanário e percebi que faltam ainda 10 minutos. Imagino que deva haver uma missa daqui a 10 minutos. Os sinos aqui, como lá, em Esmeralda, chamam para a celebração.

Esmeralda, aliás, veio a minha mente outras vezes nesta semana. Fazia um bom tempo que eu não "vivia" mais essa troca do inverno para a primavera. Lembrei-se do quão legal isso pode ser. A janela do meu quarto lá em Esmeralda dava para uma macieira, que perdia todas as folhas no inverno. Por alguns anos eu tentava acompanhar a floração, mas em algum momento eu me distraía e quando menos esperava as folhas já estavam lá.

Aqui, no caminho para o curso de alemão, há várias árvores e arbustos sem folhas. Algumas já exibem brotinhos. Tenho acompanhado algumas em especial. Pena que so tenho mais uma semana de aula e depois só irei uma vez por semana para aqueles lados. E provavelmente minha cabeça estará tão ocupada com leituras e tarefas, que não me lembrarei mais de apreciar essa transformação.

As fotos com o celular não ficam muito boas. A câmera foca tudo menos os brotos...

Nos fins de semana, tenho conseguido fazer uma caminhada em uma área meio rural aqui perto do apartamento. É um lugar tão sereno. Hoje também vou. Só estou esperando a temperatura subir um pouquinho mais, pois, apesar do sol, lá fora está um gelo.

Nos quartos ao lado, meus colegas de apartamento ainda dormem.

 




Nenhum comentário: