quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Dando adeus à França

Provavelmente quando o Claudio estava indo dormir, eu estava levantando. Meu voo era às 10h15, mas saí do hotel 7 e pouco. 

Decisão acertada, pois um monte de escadas me aguardava pela frente. 

Só fiquei sabendo quantos quilos tinha a mala ao chegar ao aeroporto: 28,5! Para alguém que pesa uns 46...

Da estação de perto de casa eu já tinha uma ideia e tracei um plano. Começava com uns 10 degraus. A mala desceu deslizando. Como a técnica deu certo, pensei em fazer o mesmo nos próximos 60! Quando estava quase no fim, um mocinho simpático se ofereceu para ajudar. 

E, para minha sorte, foi assim até eu conseguir chegar ao trem para o aeroporto. Quando me aproximava de uma escada, e todas as demais eram para subir, alguém se oferecia para ajudar.

Nem acreditei, mas cheguei menos quebrada ao aeroporto do que achei que estaria. Tão logo cheguei, percebi que não sabia bem para onde ir, mas logo me achei! Bendito inglês! A Luxair era a única sem filas. Logo descobriria o motivo...

Éramos apenas 21 passageiros, sendo 5 crianças. E o aviãozinho só tinha 3 lugares em cada fileira! :-)

Lanchinho a bordo do Luxair: suco de laranja e maçã.

35 minutos depois, estávamos em Luxemburgo. 

Do aeroporto foi bem fácil sair e ver o ônibus que iria ao centro. Como cheguei cedo, aproveitei para comer uma salada. 

O ônibus que vem pra Alemanha sai da estação de trens, mas do lado, sob o sol - e provavelmente sob chuva e neve noutras épocas do ano. 

Vi que dois portugueses conversavam perto de mim e aproveitei para confirmar se estava no lugar certo. :-)

A viagem foi bem tranquila, mas fiz uma burrada ao pegar o ônibus para a Universidade. Eu e uma coreanazinha que conheci ainda na estação. Pegamos o ônibus para o lado errado. Foi quase um city-tour.

Uma hora depois (!), chegamos na Uni. Explicações e informações mil até nossos Tutoren nos trazerem para o alojamento.

O apartamento é uma kitinete, superlimpa e cheia de mobília.

Ainda mais tarde, aprendemos a mexer na máquina de lavar roupa no porão e fomos a todos os cantos da Waldhaus, que é o nome do nosso Wohnheim, nosso alojamento. 

Nenhum comentário: