quarta-feira, 26 de abril de 2023

Março - abril 2023

1. Parece que meu cabelo nasceu para ser liso mesmo. Eu tinha uma vaga esperança de que ele se inspirasse nos cabelos dos meus irmãos e de parte da família da minha mãe - na qual os cabelos são ondulados. Não, ele prefere seguir liso pela vida. Só que agora em vez de querer ir para a esquerda, ele decidiu que prefere ir para a direita. A cada dia cresce um pouquinho. Voltaram os mesmos fios brancos que já existiam antes. No geral, continua bem escuro. Confesso que estou bem feliz, pois voltou muito melhor do que era há um ano. Ainda é fino, mas está por todos os lados do couro cabeludo.

2. Passamos 16 dias no Brasil. Acabei a radioterapia no dia 20 de março e no dia 23, embarcamos. Deu tudo certinho. Pareceu até planejado. Nem foi. Golpes de sorte acontecem às vezes. Foram duas semanas maravilhosas. Consegui encontrar amigas, parentes, festejar os 80 da mãe, ir a Esmeralda com o T. Ele queria tanto. Eu queria tanto. Revi amigas importantes, o que me deixou feliz. Para ele, coitado, foi uma overdose de pessoas - mais de 40, eu diria. "Ele é tão simpático e sorridente", foi o comentário geral.

3. Faz uma semana que estou na clínica de reabilitação. Estava indo tudo bem, mas peguei, imagino, uma gripe (Corona não é. Resfriado com 39 de febre?). Eu raramente medi minha temperatura na vida. Nesta semana, tirei o atraso. Cinco dias com febre. Sei lá se já tinha vivido isso. Hoje foi o primeiro dia que amanheci melhor. O nariz ainda escorre, um pouco de tosse insistente, mas melhor do que nos últimos dias. O ruim é que nos últimos 5 dias não fiz nada, não pude participar das atividades. O meu lado introvertido agradece não precisar participar das refeições coletivas. Isso pra mim é normalmente uma pequena tortura. Não que as outras pacientes sejam pessoas chatas. 

4. A clínica atende 46 mulheres simultaneamente. Durante pelo menos três semanas, fazemos exercícios, temos diferentes terapias, trocamos experiências. A clínica é praticamente como um hotel. Cada uma tem seu quarto. Há um local para as refeições. Uma sala para os momentos entre as atividades. Diariamente, cada uma recebe sua lista de compromissos para o dia seguinte. Há também uma ampla sala de ginástica, uma "academia", uma sala com bicicletas ergométricas, salas para terapias individuais. É tudo relativamente novo.  

Pequenos comentários

No curso de italiano, de vez em quando, escutamos algumas músicas. Uma delas foi “L'isola che non c'è”, de Edoardo Bennato, música q...