quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Lockdown - pelo menos parcialmente

O que ninguém queria parece que vai realmente acontecer: restaurantes, cinemas, academias e bares vao voltar a fechar, inicialmente durante novembro. É uma tentativa de frear o avanco do número de infectados com o vírus. 

Meu chefe acaba de bater aqui na sala para saber se eu planejo trabalhar de casa. Expliquei que nao havia mais computadores disponíveis e o meu computador pessoal nao conseguiu se conectar remotamente com o computador do trabalho. Sendo assim, eu vou continuar vindo. 

Parece que serei a única. E ele. 

Os demais colegas, que desde marco já trabalham remotamente, irao continuar vindo apenas uma ou duas vezes por semana ao instituto. Eu até gostaria de ter essa opcao, mas acho que vou continuar vindo normalmente. Além do mais, estou morando mais perto agora, o que facilita tudo. Nao preciso necessariamente pegar transporte público para chegar ao trabalho.

Lojas, creches e escolas continuarao funcionando, seguindo medidas de seguranca e higiene. Acho uma pena fechar os restaurantes, tantos haviam investido em estruturas para proteger os frequentadores, diminuído o número de mesas. 

Torcer para a situacao estar melhor até dezembro.


sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Mudanças

Apesar de eu ser uma pessoa pacata, gosto de uma mudança, seja de endereco, de trabalho e, no final das contas, até de relacionamento. Mudança nos fazem ver a vida de outra forma, mesmo que isso às vezer seja bem difícil no comeco. 

Sem grandes dramas e com grande alegria, estou mudando de endereco desta vez. Depois de dois anos morando na casa de alguém que foi fazer um intercâmbio, vou ter meu próprio apê sem prazo para deixar. Estou bem feliz, pois finalmente poderei ter um apartamento do jeito que quero. Em tantos anos de vida, nunca tive um lugar que eu tivesse escolhido tudo desde o comeco - talvez algo perto disso no primeiro ano de faculdade. Estou feliz demais por poder decorar um espaco do jeito que quero.

Além disso, fica mais perto do trabalho, tem muitos supermercados por perto, a biblioteca pública e vários restaurantes. Ah, e também a Volkshochschule, onde dá para fazer todo tipo de curso bacana. Estou muito animada!

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Frio

O número diário de infectados por COVID-19 aumentou significativamente na última semana. O que parecia superado retorna novamente: as limitacoes para encontrar pessoas, as incontáveis idas ao banheiro para lavar as maos, o olhar desconfiado para cada pessoa que dá uma fungada mais forte. 

Para completar a calefacao no instituto está com problemas há semanas, sem perspectiva de ser consertada nos próximos dias. Eu sofro bastante com o frio. Passo o dia tomando chá, para dar uma enganada.

terça-feira, 6 de outubro de 2020

Pandemia - segundo tempo

O instituto em que trabalho está desde marco com atendimento limitado. O trabalho interno segue mais ou menos sem alteracoes - com a diferenca de que muitos colegas trabalham de casa -, mas a recepcao ao público externo mudou completamente. Antes era um ambiente mais "barulhento", com pessoas circulando pelos corredores, as salas de leitura da biblioteca relativamente cheias, palestras, encontros, burburinho de grupos indo almocar juntos. Tudo isso parou. As salas de leitura lentamente recebem alguns poucos visitantes previamente registrados e que apresentam teste negativos do vírus caso venham do exterior. 

A máscara já se tornou algo normal e, para a maioria, aceitável. Raramente se vê alguém sem. Talvez sejam pessoas como eu que entra no ônibus, saca o celular, esquece da vida e só percebe que está sem máscara uns 5 pontos adiante ao ouvir o anúncio rotineiro da obrigacao de usar protecao que cubra o nariz e a boca. A multa é de 50 euros. Por sorte, nas duas vezes que estava no mundo da lua nao houve controle. Aliás, atualmente é mais fácil ter controle do uso de máscara do que de passagem.

De abril até junho era uma maravilha ir de trem daqui até Baden-Baden. Sempre estava vazio. No verao ou desde que temos que usar máscara no transporte público, a minha impressao é de os trens estao bem mais cheios. Eu ainda evito sentar ao lado de outras pessoas.

Eu consegui ir quase que diariamente de bike para o trabalho durante seis meses - do comecinho de abril até o final de setembro. Desde que o outono comecou, porém, também comecou a chuva. Com frio eu até encararia andar os 8km de bicicleta, mas com chuva já acho mais complicado. Quem sabe quando eu estiver morando mais perto. 

Aliás faltam 18 dias para eu deixar o apartamento em que moro agora. Estou animada para comecar uma nova vida no novo endereco, mas para isso ainda faltam mais de 5 semanas...

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Florais do Dr. Bach

 Ganhei muitos presentes de aniversário neste ano. Nem esperava tantos. 

Um deles foi um mapa védico. Confesso que nunca tinha ouvido falar disso antes, mas gostei muito da ideia.

Acredito que ao todo em minha vida eu tenha feito dois mapas astrais e um mais focado em numerologia. Também pedi uma vez para uma moca fazer uma leitura de cartas. Com mapa védico, eu nao tinha experiência. 

A conversa com a terapeuta foi na semana passada. Eu ainda estou processando as informacoes que ela me passou. 

Como refletir sobre a gente mesma é sempre uma boa ideia, gostei da experiência. 

A pessoa que fez o mapa também é terapeuta floral e me passou alguns florais. Esta é minha primeira vivência com florais. Chegaram agorinha mesmo pelo correio e já comecei a tomar. Eu sou o tipo de pessoa que nao desacredita, mas sempre sou meio Sao Tomé. De qualquer forma, estou animada para observar se notarei alguma mudanca em meu dia a dia.

Diário do câncer de mama 6 - a primeira quimioterapia

  14.06.2022 Primeira quimioterapia, dia 1 Eu estava bem nervosa naquele dia, acordei supercedo. Comi meio Bretzel. Estava com medo de com...