sexta-feira, 27 de maio de 2011

Tudo errado

Hoje é o último dia da Restaurant Week aqui no Rio. Na semana passada, conseguimos almoçar no Oui Oui. Nesta, pensamos em ir a algum lugar no centro, pois Claudio tinha um compromisso na Lapa no começo da tarde. Olhei rapidamente ontem a lista no telefone. Quando deu 11h30, lá fomos nós para o centro, abaixo de chuva. Claudio me deixou na Marechal Deodoro e fui indo enquanto ele estacionava. A cada passo que eu dava, a chuva ficava mais grossa. As ruas do centro alagam rapidamente. Ai. E eu, que raramente uso saia, estava justamente hoje de saia. Quando finalmente cheguei na Brasserie Rosário, a meia-calça estava toda molhada, assim como a saia e minha bolsa. O sapato era uma canoa furada. Pelo menos o restaurante ainda estava vazio. Fui logo perguntando sobre o menu especial. Como (mais um) balde de água fria, descobri que o menu só valia para o jantar. Puxa vida! Quando o Claudio chegou, ensopado, ainda tive de dar a notícia... Uma vez ali, o negócio era aproveitar, mesmo que gastando o dobro do planejado. O almoço foi fantástico. Os pratos estavam realmente muito bons! No final, valeu a pena. Saindo dali, decidi ver a exposição do Fernando Pessoa nos correios. Foi quando descobri que a expo tinha ocorrido só até domingo. Só me restou rir e caminhar até o CCBB. Lá, havia uma bela nave espacial. Compensou a ida. No final, cheguei à conclusão de que informação é tudo. E, que da próxima vez, o mínimo que devo fazer é ler tudo com atenção, para não dar literalmente com os burros n'água, como hoje.

2 comentários:

retorno de saturno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jade disse...

saudade de ti, mocinha!

Pequenos comentários

No curso de italiano, de vez em quando, escutamos algumas músicas. Uma delas foi “L'isola che non c'è”, de Edoardo Bennato, música q...